Propostas Legislativas

Luiz Philippe aciona Procuradoria-Geral Eleitoral para investigar suspeita de crime eleitoral na campanha de Lula

Escrito por

Luiz Philippe de Orleans e Bragança


A denúncia, de autoria do deputado Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PL-SP), foi assinada por 50 parlamentares, a maioria da oposição

De acordo com reportagem veiculada pelo jornal “O Bastidor”, publicada segunda-feira (25), a campanha eleitoral de Lula, em 2022, teria omitido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) serviços prestados ao candidato por uma agência de comunicação. Com base na notícia, o deputado federal Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PL-SP) denunciou o suposto crime eleitoral à Procuradoria-Geral Eleitoral.

A reportagem afirmou que a empresa de comunicação tem contrato com o Partido dos Trabalhadores (PT), no entanto, não declarou à Justiça Eleitoral contrato para a prestação de serviços à campanha do então candidato Lula. O jornal revelou, ainda, conversas de WhatsApp que comprovam as atividades, tais como a produção de cards para debate eleitoral realizado em 16 de outubro de 2022 pela CNN.

Segundo o documento de 11 páginas, apoiado por 50 deputados, se a denúncia for confirmada por Aras, o caso configura fraude na prestação de contas, ou seja, abuso de poder econômico, além de falsidade ideológica eleitoral. O texto menciona que a prática ilícita tem o objetivo de “obter vantagens imediatas e influenciar os resultados eleitorais de acordo com interesses específicos”.

Comente

Conteúdos relacionados