O mito do neoliberalismo no Brasil

O papagaio é um bicho famoso por repetir sons de outros animais. Não digo que ele repete palavras, pois o papagaio não conhece seus significados. Para ele aquilo é um som que deve ser imitado, e pronto. O militante de esquerda é parecido, pois repete sons sem ter a real noção de seu significado, e nem mesmo se aquilo existe ou não. É o caso do tal mito do neoliberalismo no Brasil.

Sempre que ouço alguém falar sobre liberalismo no Brasil, logo pergunto entusiasmado: Será? Quando isso ocorreu? Para quem não sabe, ou para quem só ouviu falar sobre o bicho-papão, devorador de almas, o tal do “neoliberalismo”, infelizmente nunca tivemos o liberalismo no Brasil. Existe o liberalismo real, o que existe de verdade, e o neoliberalismo dos livros de pregação da esquerda. Se não me engano ele fica no capítulo anterior ao chamado “porque estatizar tudo é bom para você”. Esse livro não existe, mas poderia muito bem chamar Mitos e Lendas: Parte 1.

O neoliberalismo tem sido uma das maiores armadilhas semânticas criadas pela esquerda, principalmente pelos militantes eficientes em regurgitar jargões de forma equivocada, ou mal-intencionada. Falar que o Brasil é neoliberal é quase o mesmo que um bandido xingar um pai ou mãe de três filhos de fascista. Por que eles usam essa palavra, então? A resposta é curta: para neutralizar o inimigo. E por inimigo entenda-se quem não concorda com eles.

Agora vem a resposta longa.

O que é neoliberalismo

A existência do neoliberalismo em um país pressupõe que ali existe um liberalismo, já que o neoliberalismo é, como o próprio nome diz, o “novo liberalismo”. Há que existir, no mínimo, uma base liberal de regras que apliquem por ali a não intervenção do governo na economia. Daí meu entusiasmo, já que tal coisa não existe no Brasil.

Do tal “neo-liberalismo” (uso o hífen para separar as palavras) infelizmente no Brasil só temos o neo. No vocabulário da esquerda, o “neo” se refere a privilégios governamentais para grandes empresas. Isso existe sim, principalmente para as grandes empresas estatais, como a Petrobras. O que não existe no Brasil é o liberal, que é a parte boa. O que temos por aqui é justamente o contrário. O termo correto a ser utilizado pela esquerda é neointerventor ou neosocialismo, não neoliberal.

No Brasil não existe liberalismo e nem neoliberalismo. O modelo econômico existente no Brasil é uma variação do socialismo, como fica evidente com o alto grau de regulamentação, tributo, preços controlados e a enorme presença de estatais. A economia brasileira atualmente e recentemente é o neosocialismo, e é por isso que sofremos com a crise que assola nosso país nos últimos três anos.

Dizer que o Brasil sofre com a crise por conta do neoliberalismo ou com o liberalismo, é o mesmo que dizer que o culpado pela violência no campo é o saci ou a curupira. Talvez devêssemos responder dessa forma. Se eles usam mitos para explicar política, porque não podemos fazer o mesmo?

Por que a esquerda diz que existe neoliberalismo?

A responsa é simples: porque é conveniente. Como eles querem manter o socialismo ativo, é necessário que exista um culpado pelas deficiências existentes no modelo socialista. Esse é um argumento narrativo criado na literatura, pois só pode existir um herói se houver um vilão. Sim, a lógica da esquerda parece errada, mas na verdade ela é perversamente inteligente.

 

5 comentários em “O mito do neoliberalismo no Brasil

  1. Cadu Freitas 23 de agosto de 2017 em 20:53 - Responder

    Esta variação do socialismo (neo-liberalismo fajuto) que o Brasil vive é extremamente interessante de ser abordada, pois nós Brasileiros nunca nos demos conta de que isso existe, eu tenho replicado à exaustão nas rodinhas de amigos e nas minhas redes sociais este tema e no mínimo tenho colocado uma “pulga atrás da orelha” deles e espero que logo isso tome grandiosas proporções, alias ano que vem temos eleições e não me sinto estimulado a votar, a não ser que o Distrital Puro entre em vigor…. Abcs obrigado pelo texto!!

  2. Bruno Brito Landim 24 de agosto de 2017 em 23:41 - Responder

    Muito bom , me esclareceu muitas coisas , muito obrigado!

  3. Pedro 25 de agosto de 2017 em 19:12 - Responder

    Excelente artigo.

  4. Caio 1 de setembro de 2017 em 11:13 - Responder

    Excelente, obrigado pelo esclarecimento

  5. Marcos 19 de setembro de 2017 em 11:09 - Responder

    No Brasil não existe liberalismo econômico, muito menos os neoliberalismo. Típica artimanha esquerdista para enganar os desinformados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *