Sabe quanto você pagara de imposto e como isso retorna em serviços?

De tudo que é arrecadado, uma ínfima parcela dos tributos permanece nos Estados e Municípios, onde poderiam ser revertidos em melhor qualidade de vida aos cidadãos.

Você efetivamente mora no Brasil, em um Estado ou, na realidade, você mora em uma Cidade, em um Bairro, em uma rua? Moramos em CIDADES, onde usufruímos de serviços de educação, saúde, transporte, lazer, moradia, infraestrutura urbana e segurança.

Então, porque mais da metade dos tributos arrecadados nas Cidades, vai para sustentar os Governos Federal e Estadual? E do que fica nas cidades, quanto é arrecadado em cada bairro?

Como o tributo pago é devolvido à comunidade, ao Distrito onde você vive ou trabalha?

Questões como essa precisam ser discutidas. O Governo Federal tornou-se uma massa inchada e burocrática que consome o dinheiro que deveria tornar a vida do pagador de impostos, o cidadão, muito mais qualitativa.

É hora de buscarmos transparência, de mudarmos a distribuição dos tributos no Brasil, através de uma completa revisão das funções dos Governos Federal, Estadual e Municipal.

Cada distrito deve ter transparência do valor arrecadado para poder cobrar com maior efetividade por serviços em seu local de moradia. Se sabemos quanto arrecadamos, temos muito mais poder para pressionar por tratamento de esgotos, podas de arvores, fiação precária ou melhorias de transito.

A voz deve ser do Distrito. Onde cada um de nós vive  e desenvolve seus laços comunitários.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here